Marca Botões e Esquadrões
Os mais antigos afirmam que tecnicamente o Bangu, campeão carioca de 1966, foi melhor que o do vice-campeonato brasileiro de 1985. Comparações à parte, o time que conquistou o título estadual daquele ano, levando Almir Pernambuquinho e o seu Flamengo à loucura, foi um esquadrão marcante na história do futebol do Rio de Janeiro. As melhores armas daquele time atuavam pelas extremas. Paulo Borges, ponta-direita muito veloz e goleador, jogou vinte partidas pela seleção brasileira e Aladim, ponta-esquerda habilidoso. Saiba mais sobre o Banguzão de 1966 no blog "Futebola RJ". 
Jogando no 4-4-2, o ataque (50 gols marcados) foi a melhor defesa (8 gols sofridos).
Defesa:
Ubirajara, FidélisMário Tito, Luís Alberto e Ari Clemente;
Meio-Campo:
Jaime e Ocimar;
Ataque:
Paulo Borges, Cabralzinho, Ladeira e Aladim.

Técnico: o argentino Alfredo Gonzalez





Comentários

Desenvolvido com por tavares.in