Marca Botões e Esquadrões
Atendendo a mais uma sugestão do assíduo colaborador Alexandre, mais um esquadrão contemporâneo da terra da Rainha. 

3º lugar na liga nacional e vice na Liga dos Campeões perdendo a final para o Milan, de quem havia ganho essa mesma competição no ano de 2005, o Liverpool era (e ainda é) conduzido com a maestria do meia Steven Gerrard.

Brigando pelos títulos mais importantes da temporada, essa equipe dos Reds (que contava ainda com o lateral-esquerdo brasileiro Fábio Aurélio e o atacante Peter Crouch) foi uma das mais competitivas dos últimos anos.
Defesa:
25.Reina (espanhol); 3.Finnan (irlandês), 23.Carragher, 5.Agger (dinamarquês) e 6.Riise (norueguês)
Meio-Campo:
20.Mascherano (argentino), 14.Xabi Alonso (espanhol), 8.Gerrard e 32.Zenden (holandês);
Ataque:
16.Pennant e 18.Kuyt (holandês).
Técnico: Rafael Benítez (espanhol)

O "arsenal" do Liverpool

Comentários

Desenvolvido com por tavares.in